Margarida,

Reabertura: como foi visitar a Disney na Pandemia

Depois de 120 dias fechados devido à Pandemia do COVID-19, os 4 parques da Disney já estão oficialmente abertos. No dia 9 de Julho a Disney reabriu somente para portadores do passe anual e eu visitei o Magic Kingdom nesse dia. Nessa matéria vou contar todos os detalhes a respeito das mudanças que a Disney implementou prezando a segurança e a saúde dos visitantes, tanto para que você que pretende visitar os parques em breve, quanto para você que está tentando decidir se quer vir mesmo esse ano.

Antes de Continuar
Nós sabemos que a Disney está tomando todas as medidas de segurança e higiene necessárias, mas não acreditamos que esse seja o momento adequado para viajar ou visitar os parques temáticos. Estamos super ansiosos para voltar aos parques, mas no momento vamos continuar em casa, como já estávamos fazendo desde Março. É claro que a decisão é sua, mas nosso conselho é deixar a viagem para 2021.

O que você precisa para visitar os parques na Pandemia

A primeira mudança já vem logo antes de sequer sair do Brasil. Além dos ingressos, você precisa agendar com antecedência o dia de cada uma das suas visitas aos parques temáticos da Disney, sendo eles Magic Kingdom, Epcot, Disney’s Hollywood Studios e Disney’s Animal Kingdom. A gente explicou tudo sobre o agendamento no passo a passo que você encontra abaixo:

Importante ressaltar que os parques estão operando com somente 10% da capacidade, justamente para diminuir as chances de contágio, por isso é recomendado agendar o dia da sua visita o quanto antes para garantir a sua vaga.

Além de ingressos e agendamento, o uso de máscara é obrigatório. Caso você decida visitar os parques, nós recomendamos levar 2 máscaras de tecido. A máscara acaba ficando úmida ao longo do dia, então é sempre bom ter uma segunda disponível. Além de máscaras, sua temperatura corporal não pode ser superior à 38ºC.

Para terminar, é importante que você esteja ciente que nem todas as experiências estão funcionando normalmente. Os shows de fogos de todos os parques estão temporariamente suspensos e, apesar de as principais atrações dos parques estarem abertas, algumas atrações estão fechadas pela dificuldade em higienizar entre um visitante e outro. Nós estamos atualizando frequentemente a nossa lista de atrações fechadas no blog:

Protocolos de Segurança

A primeira mudança já é logo na chegada. Quem vai de carro ao Magic Kingdom estaciona no Transportation & Ticket Center. Normalmente a gente pega um trenzinho do carro até a estação onde pegamos o monorail ou o ferryboat até o parque, mas no momento o trenzinho não está operando e é necessário andar durante todo o percurso.

A primeira parada é a barraca para medir a temperatura. Um funcionário vai medir a sua temperatura e liberar a entrada caso o resultado seja inferior a 38ºC.

Fila para medir a temperatura. É preciso estar com menos de 38ºC para entrar.

A checagem de mochilas e bolsas acontece sem ninguém encostar nos seus pertences. O segurança pede para que você abra a bolsa e somente pergunta se você tem metais, e dá alguns exemplos, como guarda-chuva, baterias, etc. Caso você tenha, basta mostrar e seguir o baile! O chão está demarcado para que você não aguarde a sua vez próximo de outras famílias.

As filas para a checagem de bolsas estão mais rápidas.

Transporte

Para chegar no Magic Kingdom a partir do Transportation & Ticket Center, existem 3 opções disponíveis: ônibus, o trem monorail e o barco ferryboat. Eu optei pelo monorail para ir ao parque e voltei para o estacionamento pelo ferryboat. Apesar das filas estarem longas, ambas andaram muito rapidamente.

No monorail estão entrando somente 2 famílias por cabine e você não senta ao lado de outra família. Existem divisórias entre as cabines para que você não tenha contato com as 2 famílias de trás.

Barreira entre as cabines, para evitar o contato com outras pessoas.

No ferryboat você deve observar o chão e encontrar um círculo para ficar. Os círculos estão marcados com 2m de distância para que a sua família não fique muito próxima da vizinha. O legal aqui é que o ferryboat é aberto, então o ar é trocado durante todo o percurso.

No ferryboat você precisa escolher um ponto com o círculo no chão, garantindo distância do grupo ao lado.

A chegada no Parque: mais precauções

No momento a Disney não está fazendo leitura de digitais na catraca, então você vai somente aproximar seu ingresso ou magicband do sensor e acessar o parque. Mapas estão disponíveis como sempre, mas o Times Guide, aquele papel que costuma ter todos os horários das experiências com personagens, shows, paradas e fogos, não está disponível. O objetivo é claro: evitar aglomeração. Se você não sabe que horas as coisas podem acontecer, você não fica esperando junto de outras pessoas. É chato, eu sei, mas é por segurança.

Uma das medidas está relacionada às lixeiras do parque. Elas agora ficam abertas o tempo todo, para que você não tenha que tocar na portinha cada vez que precisa jogar o lixo. Elas também viraram outdoors para os protocolos de segurança enfatizados pela Disney:

  • use máscara
  • mantenha distância de 2m de outras famílias;
  • lave as mãos ou use álcool gel com frequência;
  • cubra o rosto quando tossir ou espirrar;
  • evite tocar olhos, nariz e boca.
Lixeiras sempre abertas e reforçando as medidas de segurança

Na entrada e na saída de todas as atrações você encontra álcool gel com dispenser automático para higienizar as mãos. Também encontramos ao longo do parque essas pias com água e sabão para lavar as mãos sem precisar ir até o banheiro.

Pias como essa estão espalhadas em diversos pontos do parque.

A Disney também disponibiliza as Relaxation Zones, áreas onde você pode entrar e descansar sem o uso de máscaras. As mesas estão bastante distantes umas das outras, para diminuir o risco de contágio. Não tenho fotos para mostrar porque eu não tive coragem de entrar em um lugar onde estariam diversas pessoas sem máscara hahah, mas o Magic Kingdom possui 3 locais distintos:

  • Frontierland, em frente ao Peco’s Bill;
  • Fantasyland, dentro do Pete’s Silly Sideshow;
  • Tomorrowland, no Tomorrowland Terrace.

O mapa do parque mostra exatamente onde esses lugares ficam! Todos os parques possuem 3 Relaxation Zones.

Encontro com Personagens

Por conta do distanciamento social não é possível encontrar com os personagens para fotos e autógrafos nos parques e nas refeições com personagens. Mas é possível ver muitos deles ao longo do dia em diversas oportunidades. Logo na entrada, no início e no final do dia, Mickey, Minnie, Donald, Margarida e Pluto acenam para os visitantes da varanda da estação de trem. Ao longo do dia, as princesas também aparecem nesse mesmo local, sem horário marcado.

Margarida, Pluto, Mickey, Minnie e Donald recebem a gente no início do dia e agradem a visita na hora de ir embora!

Além dessas aparições alguns personagens passam de carro pelo parque acenando. Nós vimos a mesma turminha do Mickey e as princesas com a fada madrinha pelo menos 2 vezes ao longo do dia. As irmãs da Cinderella, Drizella e Anastasia aparecem no balcão atrás do Castelo, ali onde tem o restaurante Cinderella’s Royal Table para um mini-show divertido. O Stitch está no palco da Tomorrowland, e posa para selfies se você chegar próximo do palco. Tudo sem o menor contato físico e seguindo os protocolos de distanciamento social.

Princesa Merida passando a cavalo pela Liberty Square!

Eu não sou uma pessoa que faz questão dos encontros com os personagens, mas preciso confessar para você que se teve um momento do meu dia no qual eu esqueci que eu tava no meio de uma pandemia, esse momento foi quando eu vi o Mickey. Foi uma mistura de sentimentos e uma sensação de que “vai ficar tudo bem”, não sei explicar. Mas foi o ponto alto do meu dia.

Shows e Atrações

Tenho coisas boas e ruins para falar sobre as atrações, mas vou começar com as boas! Passei 10 horas no parque e consegui fazer 23 atrações, com uma pausa de 1 hora para refeição, diversos intervalos e 1 hora sobrando no final. Isso é praticamente impossível em um dia normal, não importa a hora que você chegue no parque. Com a lotação do parque bastante reduzida para evitar os contágios, a sensação é de que a gente é VIP e tem o parque só pra gente mesmo! Nunca na vida vou fazer 7 Dwarfs Mine Train com 3 (três) minutos de espera, e nem durante a Festa de Halloween a fila da Space Mountain fica com 0 minutos. Foi totalmente surreal.

Apesar de quase não ter fila, todas as filas estão com barreiras para que a gente não tenha contato com a pessoa que está do outro lado.

Barreiras na fila da Big Thunder Mountain
Barreiras para que não tenhamos contato com outras pessoas no Jungle Cruise.

Todas as vezes que as filas paravam, eram para higienizar os trens e carrinhos. Algumas atrações estavam super bem organizadas. No Piratas do Caribe, por exemplo, o barco possui 6 fileiras. No primeiro embarque, as pessoas sentam nas fileiras 1, 3 e 5. Após desembarcarem, o próximo grupo senta nas fileiras 2, 4 e 6. Após isso, o barco é higienizado para os próximos 2 grupos.

Mas quando cheguei na Big Thunder, não foi bem assim. Eles estavam super desorganizados. Explicando melhor: sentamos imediatamente após uma família levantar, e uma família sentou imediatamente após a gente sair. Não sei qual era para ser a frequência das limpezas, mas não me senti nem um pouco segura. Achei ali que a Disney botou tudo a perder, e ficou muito claro que seguir os protocolos de limpeza não vai ser tão simples com mais visitantes frequentando os parques.

Outro ponto bastante negativo são os óculos 3D. Por mais que poucos óculos sejam colocados separados, nada impede você de tocar em TODOS antes de escolher o seu. E não é legal colocar próximo dos olhos uma coisa que outra pessoa tocou, né?

Os shows como Walt Disney’s Enchanted Tiki Room, Hall of Presidents e Carousel of Progress estão sendo apresentados com bem menos pessoas na audiência. A ocupação é feita em fileiras alternadas, e a cada 4 cadeiras ocupadas, 3 ficam vazias.

No Hall of presidents, filas alternadas fechadas e cadeiras bloqueadas separando as famílias.
Mesma coisa no Tiki Room! Espaços no banco para que você fique distante das outras pessoas.

Importante: a Disney não vai disponibilizar as fotos que são tiradas durante as atrações se você estiver sem máscara na hora do click. Isso serve para punir os espertinhos de plantão que tiram a máscara assim que entram no brinquedo!

Refeições no Parque

Todos os stands de pipoca, sorvete e variados que estão abertos possuem marcação de distanciamento no chão para organizar as filas.

Até a fila para comprar pipoca está organizada.

Os restaurantes do tipo quick service (serviço de balcão) estão funcionando de uma forma bem cautelosa. Você pode entrar no restaurante e fazer o seu pedido normalmente, mas a Disney está encorajando MUITO que você utilize o sistema de pedido pelo celular, chamado Mobile Order. Você pode fazer o pedido e o pagamento pelo aplicativo My Disney Experience e uma vez que o pedido fique pronto, você é autorizado a entrar no restaurante para pegá-lo e escolher uma mesa. Não tivemos nenhum contato humano, foi tudo bastante simples.

Proteção de plexiglass no balcão para evitar o contágio.

A parte ruim: os pedidos feitos em Mobile Order devem ser pagos com cartão de crédito, o que significa um custo de 6,38% de IOF além do valor do pedido se o seu cartão de crédito for do Brasil. Nem todos os cartões pré-pagos são aceitos, então não conte com a sorte aqui, tenha sempre um cartão de crédito confiável para fazer a Mobile Order.

A cada mesa ocupada, 4 mesas em volta ficam livres.

Os restaurantes tipo buffet, como o Crystal Palace, estão fechados em todo o Complexo Disney, mas alguns restaurantes do tipo a la carte estão abertos, como o Skipper’s Canteen e o restaurante da Bela e a Fera, Be Our Guest. O menu nesses restaurantes está sendo direto no celular, basta apontar para o QR code com a câmera.

Compras e Lojas

As lojas seguem funcionando normalmente, apesar do serviço de guardar as compras para serem retiradas no final do dia ou entregues no seu Resort Disney não estar sendo oferecido. Uma outra modificação é relacionada à entrada e saída da loja: algumas portas estão designadas como entrada, e outras como saída. Fique atento para não errar!

Essa porta da Confectionary é só para saída agora!

Acho que só a Fe Moura, que trabalhou na Emporium, já havia visto o chão dessa loja hahahah! Eu fiquei impressionada de ver como ela estava vazia.

Emporium vazia e arrumada. Parece até que o parque está fechado!

Tudo organizado e direitinho no lugar. Aqui você encontra também as máscaras de tecido da Disney, com opções de diversos personagens. As máscaras custam 4 por US$20, ou 1 por US$6, mais taxas. É necessário pedir para o cast member pegá-la para você, e uma vez que a compra for efetuada, a Disney não aceita trocas ou devoluções.

Mascaras de pano vendidas nos parques.
Opções sujeitas à disponibilidade

Balanço Final

Apesar de ter tido algumas experiências negativas que me deixaram insegura, o balanço geral do dia foi bastante positivo, e eu saí do parque energizada e super empolgada para visitar o Hollywood Studios essa semana. Mas nem 2 dias depois o medo substituiu a empolgação. Os casos na Flórida começaram a subir muito! No Sábado a gente achou melhor cancelar a visita dessa semana, e no Domingo a Flórida passou a ser considerada epicentro da pandemia. Além de arriscar nossa saúde, incentivar que você venha para a Flórida nesse momento seria totalmente irresponsável da nossa parte, e achamos importante falar isso com sinceridade aqui.

A nossa opinião final é a de que sim, a Disney está preparada para receber as pessoas durante a pandemia, com medidas de segurança até mais rígidas que as recomendações da OMS. Mesmo com restrições, o dia foi mágico e inesquecível. Mas, enquanto as medidas podem ajudar a diminuir os contágios, elas não evitam totalmente. Não acredito que seja coincidência os casos da Florida subirem na mesma semana que os parques voltaram a funcionar, e não vou me surpreender se os parques voltarem a fechar temporariamente.

Outro ponto a ser considerado é que, apesar de a maioria das atrações estarem funcionando, nem tudo está como antes nesse momento. Não tem show de fogos no castelo, não tem parada, fotos com personagens, Fastpass+ estão desativados… algumas atrações estão bastante modificadas. No Epcot, por exemplo, o Soarin’ não está soltando os cheirinhos diferentes durante as cenas, ou soprando vento na sua cara. Qual a graça? Se é a sua primeira visita, a Disney não vai ter a mesma magia de sempre. Então, não recomendamos que você venha para Orlando em 2020.

Nesse meio tempo, vamos continuar ajudando você a planejar a melhor viagem possível para o lugar mais mágico do mundo, seguindo com as notícias, dicas e matérias. Aproveita essa quarentena para maratonar o conteúdo do blog e planejar uma viagem inesquecível para Orlando em 2021!

Leia Mais
Guia Pixar nos parques da Disney em Orlando