Orlando Com Crianças de Colo

Viajando para Orlando com crianças de colo

A magia de uma viagem em família!

Não adianta, planejar uma viagem para Orlando é sempre um desafio, já que precisamos por no papel e na programação vários detalhes que fazem a diferença. Mas planejar uma viagem com crianças de colo é OUTRO NÍVEL. A gente entende que as responsabilidades e preocupações são ainda maiores, mas sabemos o quanto é incrível poder trazer essa experiência para os pequenos. Pensando nisso, montamos esse guia com as principais dicas que você não encontra com tanta facilidade, mas que irão fazer a diferença na sua viagem para Orlando com crianças de colo.

Eu prometo que não vou ficar triste se você me confessar que deve estar pensando como será que logo eu, que não tenho filhos (ainda), poderia te ajudar nessa tarefa. Mas se você ainda não sabe, uma das melhores coisas da minha vida é que eu tenho um irmãozinho, o Theo, que é 22 anos mais novo do que eu. E o Theozinho foi me visitar com apenas 1 aninho durante uma das minhas experiências de trabalho no complexo da Disney, em Orlando. Vocês podem imaginar o quão mágico tudo isso foi para nós, né?

Além disso, como eu não viajei do Brasil com eles, convidei a mãe dele, a Elaine, que se dedicou super comigo no planejamento, para que essa viagem fosse a melhor possível para todos. Perguntei para ela quais as principais dificuldades e preocupações que ela encontrou, e quais dicas e decisões foram essenciais durante essa viagem com o Theozinho. A partir disso, preparei esse guia com muito carinho para que nenhuma mamãe ou papai de primeira viagem (literalmente hahaha) passe perrengue levando seu bebê para conhecer o Mickey! Vamos lá?

Vale a pena viajar com bebê para Orlando?

Queria começar esse post com uma das perguntas que mais me fazem quando alguém vê fotos minhas com meu irmão na Disney: “Mas você acha que valeu a pena levar ele? Ele nem vai lembrar de nada!“.

E olha, valeu MUITO a pena. Julgar que a criança não vai aproveitar os parques é uma das principais preocupações dos pais que estão planejando a viagem para Orlando com crianças. Mas posso te garantir que as crianças se encantam pelo movimento, as cores e magia da Disney! Assim como nós!

Theo conhecendo o meu “chefe”, Mickey Mouse, pela primeira vez: inesquecível!

Nos parques temáticos existem infinitas alternativas de atrações que as crianças podem ir e também vários entretenimentos pelo parque! Uma curiosidade é que os parques da Disney foram inicialmente criados pelo próprio Walt Disney para ser um local em que pais e filhos pudessem se divertir e criar memórias juntos.

Disney com crianças de colo
Na foto: meu pai, o Theozinho, a Elaine e eu, na frente do brinquedo do Procurando Nemo, no EPCOT, que meu irmão amou!

Por exemplo, o Theo adorou a parte na atração do Procurando Nemo, no EPCOT, onde na entrada fazia alguns barulhos e esguichava água, assim como ele adorou todas as vezes que fomos encontrar e tirar foto com os personagens (me emociono só de lembrar da carinha dele vendo o Mickey pela primeira vez). E ele ficou absolutamente alucinado durante a parada Festival of Fantasy do Magic Kingdom hahaha.

Não sei quem amou mais esse encontro, o Theo ou o Pato Donald.

E o melhor, nós tiramos fotos ótimas que valem muito a pena para a recordação. Tenho amigos que trabalharam comigo na Disney que haviam ido a primeira vez quando criancinhas, e eles amavam demais esse fato, e contavam todas as histórias e sempre olhavam as fotos com muito carinho agora que já estavam maiores.

Passagem de avião: voo direto ou com escalas?

Bom, o que levou mais tempo nas nossas pesquisas foi qual o voo eles iriam comprar saindo do Brasil para Orlando, se iriamos pagar mais caro em um voo direto ou arriscaríamos pela economia no voo com escalas.

Bom, honestamente, com criança de colo a melhor opção é o voo direto, não tem outra. É um pouco mais caro, mas vale a pena, pois o que se economiza em voos com escalas, não compensa em ficar procurando alguma distração para a criança dentro do aeroporto. O estresse nesse caso é maior, fora que ter duas decolagens e pousos já é estressante para os adultos, imagina para as crianças.

Além disso, menores de 2 anos, normalmente, pagam só 10% da tarifa aérea (mas devem viajar no colo), o que também já é uma economia, então vale a pena no final das contas. Pela nossa experiência, embarcar em um voo direto e só pousar em Orlando é a melhor opção com crianças.

Carrinho de bebê: levo comigo ou compro em Orlando?

Uma das melhores dicas que aprendemos na prática arriscando foi que sair do Brasil com o carrinho de bebê e não esperar para comprar ou alugar em Orlando é a melhor opção. Nós achamos essa maneira muito mais fácil, por mais que os preços de aluguel e venda de carrinhos de bebê sejam super interessantes por lá (eles costumam ser muito mais baratos do que no Brasil).

Mas é impagável poder ir com a criança dentro do carrinho de bebê até o embarque dentro do avião, e de lá o carrinho ser recolhido pelos funcionários e quando você desembarcar do voo em Orlando já ter o carrinho de volta com você para transportar tranquilamente sua criança.

O Theo é apaixonado nesse carrinho dele, e foi muito mais confortável pra gente ter ele desde o Brasil.

Isso é muito importante porque geralmente algumas crianças dormem com mais facilidade ou ficam melhor acomodadas no carrinho que elas já estão mais acostumadas, e isso oferece mais segurança e tranquilidade pra elas depois de um longo voo, e não cansam tanto os pais para seguir em direção a fila da imigração.

Os parques temáticos também oferecem aluguel de carrinho de bebê, mas é um carrinho duro sem estofado, que não reclina, a um valor de U$20,00 por dia. Uma ideia também, se você não quiser levar o carrinho do Brasil, é comprar um baratinho na Amazonmandar entregar no hotel.

Curiosidade: se você estiver procurando por carrinhos de bebê por lá, a palavra em inglês é stroller.

Chegando em Orlando: o desembarque e a Imigração Americana

Uma coisa que nós percebemos que poucos sites falam sobre é o desembarque em Orlando. Passar pela imigração requer MUITA paciência, principalmente com crianças. No Brasil estamos muito “mal” acostumados com a prioridade que pais com crianças de colo têm em filas, mas no processo de imigração chegando nos Estados Unidos isso não existe. É chegar na fila e aguardar a sua vez! E muitas vezes essa fila pode chegar a quase uma hora de espera (ou até mais, principalmente em alta temporada).

E tentar entreter a criança nesse período que você ficará lá é essencial. Então já leve com você os brinquedos que a criança está mais acostumada, já que provavelmente ela vai ter dormido durante o voo, ou vai estar irritada por não ter dormido tanto. Uma boa ideia é levar algumas opções de brinquedo, para usar durante o voo, e deixar outra opção como “surpresa” para esse momento de fila.

Aluguel de carro e a cadeirinha de bebê

Se você estiver viajando em família e não estiver hospedado em um hotel dentro da Disney (que oferece o transporte do aeroporto até o seu hotel), a melhor opção vai ser alugar um carro, ainda mais com uma criança de colo com você na viagem. Isso vai facilitar demais a locomoção da sua família por Orlando, que é uma cidade com transporte público muito ineficiente.

Mas algo muito importante que não é tão falado por aí é que você, por lei, só pode transportar crianças de colo no carro com a cadeirinha de bebê já instalada no carro. Isso é muito sério, você não pode transportar a criança em um carro (seja no Uber, táxi, ou carro alugado) até uma loja para providenciar esse item. Aqui não tem o famoso “jeitinho” brasileiro para levar a criança no seu colo, a segurança no trânsito é algo muito sério nos Estados Unidos.

Então, recomendamos que você já alugue o seu carro em Orlando com a cadeirinha de segurança já inclusa no pacote (eles oferecem esse item na hora que você está fechando o aluguel do veículo), para não se preocupar com isso na sua chegada.

Expectativa do bebê X a realidade hahaha! Criança em Orlando só viaja no carro bem segura, dentro da cadeirinha.

Nós recomendamos o aluguel no Rent Cars, que é um sistema que seleciona os melhores preços de operadoras de aluguel de carros para Orlando e até mesmo outros destinos. Lá você já encontrará a opção de adicionar a cadeirinha de bebê em uma locadora de confiança dentro do aeroporto de Orlando.

Alimentação

A alimentação é um dos assuntos mais complicados para alguns papais e mamães, se tratando de como é a rotina do bebê. Para crianças com algumas restrições alimentares vale a pena levar os alimentos (apenas os não perecíveis) dentro da mala que irá ser despachada. Como, por exemplo, o leite que a criança já está acostumada a tomar, já que ela pode não se adaptar às marcas que tem lá nos mercados americanos, assim como as papinhas e cereais.

Theo muito bem adaptado na praça de alimentação do Florida Mall, curtindo um suquinho natural de canudinho.

Para as crianças que já comem de tudo, existem diversas opções de restaurantes pela cidade, e nós recomendamos os buffets pela diversidade, além de Orlando contar com restaurantes de comida brasileira, se essa for sua preferência. Além disso, nos mercados, como Walmart e Publix, já tem as frutinhas cortadas prontas para o consumo, assim como sucos e iogurtes.

A cara de quem amava ir às compras de comida no Walmart com a gente.

Outra ideia que pode funcionar, dependendo do caso, é reservar hotéis com cozinha ou até mesmo alugar uma casa pode ser uma das melhores opções para se viajar com crianças. Desse jeito você tem a facilidade de poder lavar as mamadeiras, as chupetas e preparar os alimentos antes de ir para o seu dia em Orlando. Caso você queira ver hospedagem em alguma casa segura e tendo o respaldo de uma agência pra garantir o seu conforto e a infraestrutura da casa em ordem na sua visita, vem com a Point Viagens! As casas não estão no site, mas é possível solicitar orçamentos por lá também!

Baby Care Center: um espaço feito para os bebês nos parques da Disney

Quando eu conversei com a Elaine sobre a nossa viagem com o Theo, ela me disse que uma das dicas que ela mais gostou sobre viajar para Orlando com crianças de colo e só descobriu lá nos parques temáticos foi o Baby Care Center, que é um espaço que todos os parques da Disney tem. Ele é reservado para preparar e esquentar mamadeiras, trocar fraldas, comprar papinhas ou itens para os bebês, além de ter algumas salas mais escuras com poltronas para descansar, amamentar e fugir do sol de Orlando.

O Baby Care Center, onde você encontra desde fraldas até papinhas, fora um local exclusivo para alimentar os bebês e descansar. | (c) DisneyFoodBlog

As mamães e papais ficam muito mais tranquilos quando encontram esse serviço. No momento, ele está apenas disponível nos parques temáticos da Disney World em Orlando, mas os outros parques também contam com alguns serviços como fraldários nos banheiros, por exemplo. Se precisar, durante o seu dia na Disney, procure esse local, que é de acesso totalmente gratuito. Os Baby Care Centers da Disney geralmente ficam próximo as entrada dos parques temáticos, próximo ao Guest Relations (atendimento ao cliente), consulte o mapa assim que chegar ou confira no nossos roteiros para os parques antes de ir!

Rider Switch: quando você tem altura mínima, mas seu filho não!

O Rider Switch é um sistema que veio pra salvar papais e mamães que querem muito curtir uma atração específica dos parques temáticos que a criança não tem altura pra ir. Vocês pegam a fila todos juntos e, ao chegar na hora de embarcar, um entra na atração, e outro fica com a criança. O primeiro sai, fica com a criança, e o segundo vai, sem ter que pegar a fila novamente. Simples assim! Basta falar “Rider Switch” na porta da atração, ou sei lá, escreve essas duas palavras em um papelzinho e mostra na porta se você não se sente confiante no inglês! 

Distraindo um pouco o Theo enquanto meu pai e a Elaine iam na Seven Dwarfs Mine Train, do Magic Kingdom.

Demos algumas outras dicas para a diversão nos parques temáticos de Orlando com crianças de colo no nosso roteiro gratuito, confira:

Ingressos

E quer outra dica legal? Bebês e crianças com menos de 3 anos não pagam ingressos nos parques de Orlando, e isso vale para quase todos eles: Disney, Universal Orlando, SeaWorld, NASA – Kennedy Space Center, Legoland e muito mais!

Sim, todas as pessoas acima de 3 anos precisam pagar ingresso para os parques temáticos, que são vendidos na bilheterias dos parques. Mas comprando com antecedência você foge da maior parte das filas que esses lugares têm, e ainda economiza MUITO no ingresso, então recomendamos que você já saia do Brasil com isso resolvido! Se quiser comprar com a gente, os ingressos têm um ótimo desconto pra quem paga à vista. 🙂

Planejamento: a dica mais importante

Uma coisa muito importante na sua viagem para Orlando com crianças de colo é entender que viajar com crianças será outro ritmo de viagem, muito mais cauteloso e lento. Não adianta querer planejar dois passeios para parques temáticos e compras no mesmo dia, por exemplo, se naquele dia a criança está mais enjoada. Confia em mim quando eu digo que nesse caso, ninguém vai aproveitar, nem você e nem a criança.

O erro principal dos pais em uma viagem para Orlando com crianças de colo é se programar como se o pequeno tivesse o pique do adulto. Os pais querem chegar no parque às 8h e querem que a criança aguente ficar até 23h recebendo um monte de estímulo, e ache incrível o show de fogos e bata palminha no final. Odeio ter que trazer isso à tona para você: mas a realidade não é bem essa. O principal é manter a rotina de descanso que a criança tem em casa. 

O Theo resolveu se dar uma pausa para cochilar no meio do nosso dia no Animal Kingdom: e tá tudo bem!

Deu o horário de descansar? Deixe a criança relaxar no carrinho, pare em um lugar tranquilo para as crianças tirarem uma soneca, ou até mesmo volte para o hotel se for necessário, e volte mais tarde para o parque. Pouca gente sabe, mas a maior parte dos ingressos dos parques permite que você entre mais de uma vez para o mesmo parque no mesmo dia.

Outro ponto é, Orlando é ótimo para compras, e os Outlets são realmente incríveis, mas crianças geralmente não curtem muito. Então, quando tirar o dia para comprar que seja somente pra isso e com muita calma e paciência.

Eu amo os momentos que vivemos na Disney, e tenho certeza que você vai amar as memórias que fará com a sua criança também!

Flexibilizar a programação e estar preparado para mudanças no roteiro é definitivamente a parte mais importante do planejamento quando se fala em viajar com crianças, principalmente com crianças em Orlando. Esteja preparado, e vá com a mente aberta de que imprevistos acontecem, mas você estará pronto para eles, e viva essa experiência mágica de viajar em família. E, para qualquer dúvida, estamos aqui para ajudar!